Última hora

Surto de Covid-19 em clínica da Póvoa do Varzim causou 85 casos positivos de infeção e uma morte

29 Setembro 2020
Surto de Covid-19 em clínica da Póvoa do Varzim causou 85 casos positivos de infeção e uma morte
Local
0

A diretora-geral da Saúde disse esta segunda feira que os surtos de Covid-19 ativos em vários hospitais são sobretudo originários de profissionais de saúde e garantiu que estão a ser investigados e controlados.
“Há alguns surtos ativos recentes em vários hospitais. Estão a ser investigados. São sobretudo em profissionais de saúde, existem algumas ramificações para outros sítios, porque estas pessoas obviamente que se movem”, afirmou Graça Freitas na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus em Portugal.
A diretora-geral da Saúde avançou que as autoridades sanitárias “estão a acompanhar de perto” estes surtos e que a situação está, neste momento, “tanto quanto possível, controlada”.
“Os surtos estão identificados e estamos a observar se existem cadeias de transmissão fora dos estabelecimentos onde foram identificados”, precisou.
Na conferência de imprensa deu ainda conta de algumas instituições de saúde que têm atualmente surtos de Covid-19, como é o caso de um surto “praticamente terminado” numa instituição de saúde em Guimarães, na Senhora dos Azeites, com oito doentes.
Segundo a DGS, há outro surto numa instituição de saúde em Paredes, que teve início a 17 de setembro, com quatro casos de infeção, outro numa clínica na Póvoa do Varzim com 85 casos confirmados, sendo que este teve início em agosto e está em “fase de maior resolução”, e um outro numa clínica de Vila Nova da Galé, com sete casos confirmados e que “teve início há uns dias”.
Relativamente ao surto numa clínica de saúde da Póvoa de Varzim, Graça Freitas disse que se mantém ativo, mas com apenas um caso de infeção nos últimos dias.
Graça Freitas explicou que o caso da clínica da Póvoa de Varzim, sem identificar a instituição, “é um surto antigo, com origem no dia 6 de agosto. Houve um caso confirmado no dia 24 de setembro mas o surto está em fase de resolução”, salientando que o mesmo “provocou ao todo 85 infeções e um óbito”.